Negócios

   


» Compra de bens pelo sistema Time-Share


04/05/2007
 

Há uma tendência nascida nos EUA e já disseminada pelo mundo: o time-share. Trata-se de ratear o valor total do patrimônio com outros proprietários e utilizá-lo em revezamento. No Brasil, esse modelo ganhou o nome de tempo compartilhado. No primeiro momento, o sistema de venda se consagrou no setor hoteleiro. Agora, a divisão de prazeres invade outras praias: pela partilha, você pode ser dono de um helicóptero, de um iate, de um jato e de casas de férias. O próximo passo é o que se chama “intercâmbio dos bens”.

Nos clubes de férias americanos quem compra um naco de uma mansão no Havaí, por US$ 150 mil, curte a casa e depois muda o roteiro. A temporada seguinte pode ser em qualquer uma das outras residências da empresa. “Você vira dono de até 70 casas de luxo”, diz Rob McGrath, da Private Retreats. Confira algumas seleções de boas ofertas de time-share.

Mansões pelo mundo
 
  CASAS
Los Cabos, México – Cota: de
US$ 2000 mil a US$ 650 mil para comprar uma fração. Taxa anual de US$ 8 mil a US$ 17,5 mil
Vale a pena? Sim. O aluguel de um mês numa casa dessas não sai por menos de US$ 19 mil.

Qualquer uma das residências oferecidas pelas empresas americanas, chamadas de club vacation, tem infra-estrutura de hotelaria. Além disso, os clientes não precisam se preocupar com a manutenção. Adeus às dores de cabeça tão comuns a quem tem propriedade na praia: os problemas ficam a cargo das administradoras. Na maior companhia americana de time-share para mansões, a Private Retreats, o participante precisa pagar, de saída, entre US$ 150 mil e US$ 475 mil, de acordo com o número de pessoas da família e a temporada do ano. Vira dono de um pedaço da casa – se quiser, pode vendê-lo no futuro. O cliente arca com uma taxa de custo, de US$ 8 mil a US$ 17,5 mil, no momento da hospedagem. A Private Retreats tem 70 mansões cinematográficas em todo o mundo: no Havaí, no Chile e nas Ilhas Gregas. O time-share de mansões de lazer é uma ótima opção financeira para quem gosta de viajar e detesta monotonia.

 

Navegar com luxo é preciso
 
  IATES
Azimut – Cota: US$ 425 mil por
um mês de uso anual por 10 anos. Taxa: US$ 1,4 mil/ano
Vale a pena? Só para quem sabe
quando poderá navegar.
Preço do barco: US$ 3 milhões.

No Brasil, a venda compartilhada de iates ainda não chegou. Mas quem se interessar pode ingressar no negócio pelas companhias americanas e navegar em outros mares. O sonho do próprio iate não sai por menos de US$ 1 milhão, na compra convencional. Porém, se você aceitar ser dono de uma embarcação de luxo por apenas um mês durante o ano, ao longo de 10 anos, o desejo fica mais econômico. Uma cota de 30 dias do Fairlaine Squadron com três cabines custa US$ 186 mil. Atenção: trata-se apenas de um contrato temporário, e não de compra de uma parte do barco.

 

Uma hospedagem particular
 
  HOTÉIS
Pestana – Cota:
R$ 10 mil para se hospedar durante 10 semanas. Contrato de 10 anos.
Vale a Pena ? Sim. Na ponta do lápis, R$ 10 mil representariam apenas 10 diárias

Há 3 anos, o grupo português Pestana presta serviço de tempo compartilhado em São Paulo. Com o hotel, a rede passa a oferecer esse tipo de venda em todas as suas unidades. Em hotéis, o programa funciona de forma parecida com o pagamento de uma reserva antecipada. No Pestana, paga-se R$ 12 mil para ter direito a se hospedar uma semana por ano ao longo de 10 anos. (11) 4225-8347

 

Sócios em céu de brigadeiro
 
  HELICÓPTEROS
Colibri – Cota: R$ 143 mil para 10 horas mensais. Taxa anual de
R$ 7 mil.
Vale a pena? Sim. A hora média de aluguel, hoje, custa cerca de
R$ 700 em São Paulo.

Comprar um helicóptero em sociedade virou moda entre os executivos brasileiros. Tanto que a empresa Helisolutions, que oferece o produto, já definiu a expansão. Em 2004, ela oferecerá também jatos em parceria com a Embraer pelo sistema de tempo compartilhado. A aeronave escolhida é o Legacy. Os valores deverão seguir um esquema semelhante ao dos helicópteros. Para garantir 10 horas de vôo
no EC 120 Colibri por mês é preciso pagar R$ 143 mil.




 


Receba periodicamente o resumo dos eventos e novidades do luxo
clique aqui